O futu­ro pré­mio Sakha­rov não vai sair de uma pri­são espanho­la- 5 dias​.net


As prin­ci­pais ave­ni­das de Bil­bau foram peque­nas para os 64 mil mani­fes­tan­tes soli­dá­rios com os pre­sos polí­ti­cos bas­cos.

Habi­tua­dos a bol­sar que a esquer­da inde­pen­den­tis­ta bas­ca é um fenó­meno resi­dual, os jor­na­lis­tas por­tu­gue­ses não darão gran­de impor­tân­cia à mag­ni­tu­de des­ta mani­fes­tação. Tives­se isto acon­te­ci­do na Bie­lo­rrús­sia e fos­sem os que apa­re­cem na foto opo­si­to­res às polí­ti­cas de Lukashen­ko e tería­mos em gran­des paran­go­nas o acon­te­ci­men­to esca­rra­pa­cha­do nas capas de todos os jor­nais. Mas não. É no País Bas­co e os demo­cra­tas por­tu­gue­ses pre­fe­rem esca­ra­fun­char as pri­sões de outras lati­tu­des à pro­cu­ra de heróis para as suas litur­gias sema­nais. É que nos cár­ce­res espanhóis e fran­ce­ses é tudo ETA. Tudo. Diri­gen­tes par­ti­dá­rios, jovens inde­pen­den­tis­tas, sin­di­ca­lis­tas, autar­cas, escri­to­res, mura­lis­tas e até cama­ra­das jor­na­lis­tas. Nun­ca pega­ram numa arma mas não impor­ta. Falam eus­ka­ra (bas­co), são inde­pen­den­tis­tas e de esquer­das. Por­tan­to, são da ETA. E, como se sabe, o pró­xi­mo Sakha­rov não vai sair de uma pri­são espanho­la.

Mais fotos aqui.

Artikulua gustoko al duzu? / ¿Te ha gustado este artículo?

Share on facebook
Share on Facebook
Share on twitter
Share on Twitter

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *